Ervas para Rinites e Alergias

poreditorial

Ervas para Rinites e Alergias

Você ainda não acredita no poder das ervas para aliviar os efeitos das Rinites e Alergias?

Ervas para Rinite

O conhecimento das Leis naturais permite compreender que a doença não é um mal ou engano do organismo. Não é um erro da Natureza que exige a ação de especialistas lutando para consertar.

É, sim, o resultado de condições criadas quando os genes não são levados em conta. É o resultado de contrariar as necessidades naturais do organismo, oferecendo-lhe cada dia o que não pede.

Doença não é uma coisa que vem de fora, e sim o esforço da Natureza para ordenar a situação ou conviver com a desarmonia. É o desespero do gene: “O que voce está fazendo comigo?”

Esse trabalho é um processo biológico tentando solucionar a situação adversa, criada pela falta de respeito às necessidades naturais do organismo.

Rinite Alérgica

Exemplo muito comum são pessoas que sofrem de renite alérgica:

As pessoas que trabalham e estudam, não têm tempo para exercícios, nem para refeições regulares. Costumam comer alimentos altamente formadores de muco: sanduíches, refrigerantes e doces de confeitaria.

Para essas pessoas, injeções, pastilhas e vacinas são os recurso para combater o mal. Procuram enganar o organismo com o intuito de condicionar suas células para o que não lhes é natural. Não sabem que o organismo jamais será enganado. Está escrito nos genes o que nenhuma vacina poderá apagar.

A Finalidade da Doença

A finalidade da doença é libertar o corpo de uma situação adversa, defendê-lo de agressões maiores, limpar o organismo.Muitos pensam que o papel das ervas, dos banhos e dos emplastros é substituir injeções, comprimidos ou qualquer outro recurso do sistema alopata. Mas os agentes naturais não armas para afugentar inimigos. Representam, sim, condições que facilitam o esforço do organismo e o desempenho das células .

Sendo assim, não vou usar emplastos de carvão vegetal, como usaria a sulfa, para destruir a doença. Antes, tentarei socorrer o organismo, oferecendo o emplasto como uma resposta que facilitaria o seu trabalho.

Não vou usar salada de cenoura como usaria antibióticos. Ofereço salada de cenoura esperando que as vitaminas, sais minerais, enzimas e água cerquem as células de condições para a normalidade se instalar, nutrindo, reconstituindo, fortalecendo. A salada não irá lutar contra micróbios, vírus ou doença. Irá nutrir células, dar-lhes condições de vencer qualquer inimigo.

Devo pensar na célula, na estrutura única capaz de gerar outra estrutura e ordenar a normalidade. O trabalho do organismo é que destrói a doença: a febre indica esse esforço, esse trabalho do organismo. Quando a temperatura se eleva, o sistema de defesa é ativado para combater o mal. Voce, então, trabalha com a febre. Refresca a cabeça, aquece os pés, ajufa o corpo a expandir o calor por igual, usando os envoltórios, os banhos, as fricções.

Ervas que Auxiliam no Combate às Rinites:

– Erva de São João (sumo e chá)
– Óleo de eucalipto (sobretudo para a rinite alérgica)
– Alfazema
– Unha de gato
– Melissa
– Hortelã
– Gengibre
– Capim limão
– Canela
– Folhas de Laranha

Conclusão

A cura não vem de fora, é um processo que o próprio organismo realiza. O homem não cura, a droga e o chá não curam, apenas podemos ajudar o organismo no seu processo de curar, as células é que geram células.

Remédio que tiram a dor ou o desconforto não curam o que está provocando essas reações.

Sobre o Autor

editorial contributor